Research Library

open-access-imgOpen AccessTendência dos casos de sífilis gestacional e congênita em Minas Gerais, 2009-2019: um estudo ecológico
Author(s)
Evlhin Karolline Ramos Amorim,
Fernanda Penido Matozinhos,
Laydson Adrian de Araújo,
Thales Philipe Rodrigues da Silva
Publication year2021
Publication title
epidemiologia e serviços de saúde
Resource typeJournals
PublisherMinistry of Health of Brasil
Resumo Objetivo: Analisar a tendência das notificações de sífilis gestacional e congênita em Minas Gerais, Brasil, de 2009 a 2019. Métodos: Estudo ecológico de série temporal, considerando-se como unidade de análise o estado de Minas Gerais, a partir de dados notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Empregou-se o modelo autorregressivo de Prais-Winsten para verificação de tendência. Resultados: Foram notificados 20.348 casos de sífilis gestacional e 11.173 casos de sífilis congênita. O percentual médio de incremento anual foi de 36,7% (IC95% 32,5;41,0) para a taxa de incidência de sífilis gestacional, e de 32,8% (IC95% 28,0;37,8) para a taxa de incidência de sífilis congênita (p<0,001). Conclusão: A análise de tendência temporal evidenciou que as taxas de incidência de sífilis gestacional e sífilis congênita apresentaram tendências crescentes significativas, o que se pode relacionar ao tratamento inadequado ou à não realização de tratamento da sífilis durante o período gestacional.
Subject(s)congenital syphilis , demography , family medicine , gynecology , human immunodeficiency virus (hiv) , incidence (geometry) , medicine , obstetrics , optics , pediatrics , physics , sociology , syphilis
Language(s)Portuguese
SCImago Journal Rank0.62
H-Index15
ISSN1679-4974
DOI10.1590/s1679-49742021000400006

Seeing content that should not be on Zendy? Contact us.

The content you want is available to Zendy users.

Already have an account? Click here to sign in.
Having issues? You can contact us here